Voilà, crêpe francês

Eu adoro comida fácil e rápida de fazer. Afinal, não é todo dia que eu tenho tempo de fazer preparos longos e com um mega mise en place. Sem contar que, durante a semana, estou tentando fazer só coisas mais leves, porque eu e maridón estamos na dieta! Só que sou do time de quem acredita que dieta não é só comer salada. Ou seja, se vou comer menos e mais light, que sejam receitas saborosas, ao menos!

É aí que entra este crepe. É uma receita tradicionalíssima na França, onde se come no parque ou em qualquer lugar, recheado sobretudo com nutella. Não é a mesma coisa que panqueca; a diferença é sutil e se deve à manteiga que vai no crepe e deixa a textura da massa mais aerada. O tcharan da coisa é que a massa é bem neutra, o que te deixa mil e uma possibilidades de recheios: carnes, legumes, queijos, doce de leite, geleia e por aí vamos. No meu caso, escolhi fazer um recheio mais leve pra compensar a manteiga da massa. Saca só que facinha essa receita!

Crepe francês de ricota e espinafre (Rendimento: 2 porções)

Ingredientes para a massa

125g de farinha
2 ovos
250ml de leite integral
1 colher de chá de açúcar
1 pitada de sal
25g de manteiga
1 colher de sopa de rum ou água de flor de laranjeira (opcional)

Ingredientes para o recheio

150g de ricota despedaçada
100g de espinafre branqueado ou descongelado
1/2 cebola picada em cubinhos pequenos
1 colher de azeite
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

  1. Comece pela massa pelo menos  uma hora antes de servir os crepes. Numa panela, esquente um pouco o leite (só o suficiente para derreter a manteiga). Retire do fogo, acrescente a manteiga, misture e reserve.
  2. Numa vasilha, coloque a farinha, os ovos, o açúcar, o sal e um pouco do leite e misture tudo com um batedor. Vá, aos poucos, acrescentando o restante do leite, misturando até obter uma massa lisa e meio líquida. Se ficarem grumos, passe a massa por uma peneira.
  3. Acrescente o rum ou água de flor de laranjeira e mexa para incorporar (opcional).
  4. Cubra a vasilha com um filme e leve à geladeira para a massa descansar.
  5. Enquanto a massa descansa, prepare o recheio. Refogue a cebola no azeite e acrescente o espinafre já branqueado (se você tem as folhas frescas, separe-as dos talos e jogue-as por 3 minutos numa panela de água fervente. A ideia é deixar as folhas mais verdinhas). Se você tiver o espinafre congelado, tire-o do congelador um pouco antes. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  6. Acrescente a ricota já despedaçada e misture bem. Prove a mistura e ajuste os temperos, se necessário.
  7. Depois de uma hora do descanso da massa, aqueça uma chapa ou frigideira antiaderente. Deixe esquentar bem e passe manteiga com um pincel. Coloque meia concha de massa e espalhe o líquido com uma espátula.
  8. Deixe dourar o disco de um lado, depois descole-o com a espátula e vire o crepe. Você pode preparar todos os discos e depois ir recheando e servindo.
  9. Com o crepe pronto dos dois lados, acrescente duas ou três colheres do recheio e dobre o crepe ao meio. Deixe dourar bem e sirva com uma bela salada de folhas! Se preferir, pode jogar um molho branco ou de tomate por cima. Voilà!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

bem-vindos! <:o)

Sou do time do ‘prato bom é prato cheio’. Criada em família grande do interior, não me lembro de uma ocasião sequer em que nossos encontros não aconteciam em volta de uma mesa.

Com macarronada, churrasco ou bolinhos de chuva, os dias na casa das minhas avós sempre se passavam (e se passam ainda) assim: comendo, bebendo, beliscando. Na casa da minha mãe não é diferente. Até hoje, faça sol ou faça chuva, dona Maria tem sempre um remedinho culinário pra você.

Nos últimos tempos, aprendi a não ter medo de receita nenhuma. Também descobri que não há dia ruim que uma pasta Alfredo não conserte ou que não há fome que não seja exterminada com um omelete bem feito. E, claro, a maior das descobertas: cozinhar serve para melhorar a vida! Com uma dose de atrevimento e ousadia, você pode fazer da hora da refeição a melhor do seu dia!

Por isso, você está no blog certo se você:

  • Acredita que prato bom é prato cheio;
  • Acha sua cozinha a melhor sala de terapia (ainda mais se tiver uma taça de vinho);
  • Lembra-se de cenas da sua vida ao sentir o cheiro de uma comida específica;
  • Adora receber seus amigos em casa e fazê-los de cobaias;
  • Daria tudo para trocar uma tarde chata no trabalho por um café com bolinhos de chuva;
  • Quando viaja pra qualquer lugar, prefere ir às compras nos supermercados ou feiras locais;
  • Gosta mais de comprar utensílios domésticos e equipamentos novos do que comprar roupa;
  • Não dispensa o delivery, mas gosta muito de se meter à besta com alguma receita.

Espero que, assim como eu, você use o que a internet tem de bom para transformar sua vida com pratos especiais e com uma cozinha atrevida.

Seja bem vindo (a)!

IMG_5887